Objetivo do Site

Esse site nasceu com o objetivo de servir de referência aos colecionadores e admiradores dessa que foi uma das coleções mais espetaculares de todos os tempos.

Aqui todos poderão encontrar um pouco de história e entender como o nome Falcon se consolidou como uma referência entre as figuras de ação em todo o mundo.

Procurei documentar de forma detalhada cada item de cada aventura da coleção, de modo a guiar colecionadores de todas as idades e com os mais diversos objetivos na árdua missão de encontrar essas peças de museu.

Tratamos aqui única e exclusivamente da coleção Falcon, esquecendo as referências com itens de outros países.
Esse site foi feito com a mesma dedicação com a qual trato a minha coleção. Aqui não existem verdades absolutas e sim um espaço para nos encontrarmos e mantermos viva essa tradição.

Espero que gostem. Vocês estão convidados a conhecer um mundo de aventuras, onde Falcon, o Nosso Herói de Verdade vai te acompanhar.

 

Giovanni Raimondo
Criador– www.falcon80.com.br

 

Um Pouco de História

Nasci em 1977 na Moóca, um bairro italiano na Zona Leste de São Paulo. Italiano como meu pai, que iniciou minha paixão por colecionismo, quando me deu meu primeiro Comandos em Ação em 1984, o Cabeça de Ponte. Fiquei impressionado com aquela figura de ação. Seus detalhes super realistas, sua capacidade de articulação, sua arma e o file card com a história do Triton, me fizeram abandonar o desejo por qualquer outro presente de aniversário, Natal ou Dia das Crianças. Eu só queria Comandos em Ação, nada de bicicleta, video game ou qualquer outra coisa que não tinha a inscrição “Os Colecionadores de Aventura” em sua caixa. Em meados de 1985, eu ainda me lembrava de ter visto os Falcons em um Bazar e Papelaria perto de casa, os futuristas para ser mais preciso.

Ouvia falar de crianças que tiveram essas figuras mas não tinham mais, procurava por todos os lugares mas nunca encontrei, obviamente porque já havia se passado 3 anos após o encerramento da coleção. No meu aniversário de 1985 ganhei do meu saudoso Tio Beto o Torak. Mal podia acreditar, aquela caixa gigante para uma criança, seus detalhes, o corpo metalizado com cabeça cromada, a capa e a luz que acendia em seu colete fizeram desse vilão meu parceiro inseparável. No Natal de 1985 meu pai e minha mãe provavelmente reviraram a cidade e encontraram um Condor. Foi o Natal mais feliz da minha vida. Quando abri a caixa, vi aquela figura vermelha com peças cromadas, a espada dourada e quando tirei o elmo fiquei encantado com aquele crânio cheio de circuitos. Eu tinha o rival e o aliado do Falcon, mas e o Falcon? Minha obsessão em conseguir um Falcon era tão grande que eu recortei as caixas do Condor e do Torak para brincar com os Falcons impressos que estavam atrás dela. Sei que pensar em recortar uma caixa atualmente é um pecado quase mortal, mas naquela época não hesitei.

A busca por Falcon continuava, até que em um belo dia um garoto que morava na rua da minha prima apareceu com um Escudo Atômico. Ele não estava 100%, mas era um Falcon e tinha uma alavanca na nuca que faziam seus olhos se moverem lateralmente. Claro que meu pai fez de tudo e conseguiu comprar aquele Falcon para mim, que passou a ser o meu companheiro por longos anos, junto com o Condor e o Torak. Eles se quebravam e meu pai os levava ao Médico dos Brinquedos, eles se quebravam de novo e voltavam para o Médico dos Brinquedos até que eles foram se quebrando, as peças sumindo, eu crescendo e focando somente nos Comandos em Ação. Eram mais fáceis de encontrar e viraram minha coleção preferida, até que em 1994 minha mãe encontrou um Falcon Piloto e um Torak 1994. A obsessão pela coleção havia ressuscitado!

De 1994 para cá passei a buscar incansavelmente itens do Falcon, desde bonecos completos com suas caixas até pecinhas minúsculas de cada aventura. Não sou um acumulador, faço questão de disponibilizar para os outros colecionadores o que tenho repetido, pois não faria sentido eu ter várias peças iguais e outros colegas precisando, isso só inflaciona e elitiza, fatores que não devem existir em nossa jornada. Nessa caminhada aprendi muito sobre colecionismo, as amizades que fazemos nesse mundo, a dedicação ao buscar aquela última peça para compor uma aventura e esse é o valor de tudo isso, o respeito por todos e a honestidade que me guiam por toda minha vida. São os valores que foram moldados em 1984 quando meu pai me deu o Triton e é com esses valores e dedicação que fiz esse site para vocês.

 

Quem é Falcon

Falcon não é um agente e sim um grupo de 7 agentes, definidos pelas cabeças lançadas na coleção. Esse fator pode ser confirmado por material impresso da época onde dois Falcons aparecem juntos, eliminando a tese de que ele era uma única pessoa.
O grupo Comandos em Ação (CA) é o responsável por esses agentes, que possuem as mais diversas especialidades, sendo as principais de combatente, espião, explorador, caçador e piloto.

Falcon inicia suas missões como um soldado, evoluindo para aventureiro e posteriormente migrando suas aventuras para a era espacial.
Segundo literatura da época, Falcon possui os mais profundos conhecimentos também em ciências avançadas e tem um senso moral impecável. Todas essas características fizeram de Falcon um Herói de Verdade, pois no lugar de super poderes possui inteligência e coragem acima da média.
Na coleção ainda temos Torak, o vilão que desafia Falcon a partir de 1981. Torak vem do espaço e possui poderes que fizeram Falcon a desenvolver soluções para enfrenta-lo, como arma laser paralisante e escudo.

Se Torak é o rival de Falcon, Condor é ao lado de Roboy seu aliado biônico. Segundo material de áudio da época, Condor é um Falcon que após se ferir em uma batalha contra Torak, passa por uma transformação fazendo dele um ser cibernético.

Roboy é um pequeno robô desenvolvido para acompanhar Falcon por suas aventuras no espaço, com capacidade de apoio em missões de reconhecimento e combate.

 

 

CONTATO

Dúvidas, Compra e Venda de Brinquedos Antigos
Ligue ou Adicione no WhatsApp: 12 997901977
e-mail: contato@falcon80.com.br